Presente no morrer: Cultivando compaixão e destemor na presença da morte

Presente no morrer: Cultivando compaixão e destemor na presença da morte

by Joan Halifax

NOOK BookPortuguese-language Edition (eBook - Portuguese-language Edition)

$3.99

Available on Compatible NOOK Devices and the free NOOK Apps.
WANT A NOOK?  Explore Now
LEND ME® See Details

Overview

Presente no morrer é uma frase que prontamente descreve a condição humana. Nós podemos ser únicos entre as espécies, no sentido de sermos conscientes de nossa mortalidade. Apesar de a capacidade de contemplar a morte ser um traço humano essencial, a maioria das pessoas evita ativamente pensar sobre como sua vida pode terminar. Enquanto a orientação dominante da cultura ocidental diante da morte é a negação, por mais de 2.500 anos os budistas têm estudado a questão de como alguém pode viver melhor na presença da morte. Em certo sentido, um ferimento ou doença que ameace nossa vida faz de nós todos budistas, acordando-nos da ilusão da imortalidade, de repente e desse tempo em diante. A partir do momento do diagnóstico, a morte se torna o sino que não para de tocar. Como uma temida chamada telefônica, podemos tentar evitá-la, mas o ruído está sempre lá. Podemos nos distrair com informações médicas e atividade frenética. Podemos beber ou tomar drogas para colocar a sujeira debaixo do tapete, mas nos momentos silenciosos nós podemos sempre ouvir o seu soar. Por último, usualmente relutantes, descobrimos que somente atendendo à chamada podemos ter esperança de silenciar a campainha estridente que soa dentro de nós. Uma doença que nos ameaça a vida nos chama para um lugar – metaforicamente um deserto ou o pico de uma montanha – onde, assim que sentamos, o duro vento da realidade remove todos os ornamentos da vida, como o excesso de roupas, maquiagem e acessórios. Somos deixados nus, somente "eu" com minha inspiração e expiração neste momento, aqui e agora. A doença revela que a cada momento de cada dia nós estamos – e sempre estivemos – meramente a uma batida de coração distantes da morte. Este fato incontrovertível não precisa ser deprimente. Ao contrário, como Roshi Joan Halifax eloquentemente expressa neste extraordinário livro, nossa prontidão para morrer pode informar e avivar a maneira como vivemos e como nos relacionamos uns com os outros.

Product Details

ISBN-13: 9788583111061
Publisher: Editora Gryphus
Publication date: 04/26/2018
Sold by: Bookwire
Format: NOOK Book
Pages: 270
File size: 627 KB
Age Range: 15 Years

About the Author

Joan Halifax, PhD, é monja zen e antropólopa, e foi professora na Universidade de Columbia, na Escola de Medicina da Universidade de Miami, na New School for Social Research e na Universidade Naropa. Há quarenta anos trabalha com pessoas que estão morrendo e já deu palestras sobre este assunto na Harvard Divinity School, na Escola de Medicina de Harvard, na Escola de Medicina de Georgetown Medical e muitas outras instituições acadêmicas. Em 1990 fundou em Santa Fé, Novo México, o Upaya Zen Center, dedicado a estudos budistas e ações sociais. Em 1994, também fundou o Projeto Presente no Morrer que já treinou centenas de cuidadores profissionais dedicados a acompanhar pessoal que estão morrendo.

Customer Reviews